Pesquisar este blog

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

O mandato da presidente Dilma Rousseff pode ser cassado. TSE vai dar prosseguimento a ação que estava arquivada

O Supremo Tribunal Eleitoral decidiu na última terca-feira(06) abrir uma ação levantada pelo PSDB para impugnar o mantado da presidente Dilma Rousseff e o seu vice Michel Temmer. A votação para dar prosseguimento a ação no STF teve cinco votos a favor e dois contra.

Ação estava parada desde fevereiro quando a ministra Maria Thereza de Assis Moura decidiu arquivar a ação de impugnação do mandato( Aime)  da atual presidente Dilma. Agora a presidente terá que responder diante do TSE, correndo o risco de deixar o cargo caso sua campanha seja condenada pelo plenário do TSE. O PSDB fez denúncias de abuso de poder economico e político ocasionados pelo atual governo nas eleições de 2014.

O governo  tentou impedir no STF a votação do jugamento da campanha da presidente nas eleições do ano passado. Alegando que o ministro Augusto Nardes antecipou opiniões acercad do jugamento. Nardes criticou o governo federal  e informou que não iria se acovardar. “O Governo está tentando intimidar a mim e ao Tribunal de Contas da União mas não vamos nos acovardar”.

O governo, entretanto, afirma que não há irregularidades nas contas referentes a campanha de 2014, continua negando as chamadas pedaladas fiscais. A situação vai ficando mais complicada para a presidente Dilma Rousseff que já enfrenta pedidos de impeachment.

O partido dos trabalhadores já responde por diversas denúncias de corrupção. A operação Lava-Jato e o combate no esquema de corrupção na Petrobras(petrolão) já prendeu personagens importantes do partido, além de outros políticos de partidos de oposição.



Nenhum comentário: